Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, dogviLLe, soledaD, Homem, de 20 a 25 anos, French, Portuguese, Arte e cultura, Música
MSN - mathhheuss@hotmail.com



Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     érika m(eu)achado
     Almodovarlândia
     cine blasé
     éden
     ling ling
     extra pato
     extra fu
     pink & cérebro
     um só
     plástico bolha
     abu
     adlafam
     jumbo eleKtro
     laerte
     impressão crua
     ornitorrinco mendes
     marcos


     
     
    Crônicas de Lan


    Maquinara

            Se estava em local público em que se ia para comer, conversar e beber, ainda que rodeado de amigos muito caros, nem sempre se agradava. A música ambiente era uó. Tinha até uma vitrolinha portátil, MPP (Música Portátil Pulsante), mas o volume máximo dos seus fones de ouvido nem sempre era superior ao barulho da música de baixo calão e ao barulho das gentes expansivas que costumam frequentar este tipo de ambiente.

             O que lhe restaria, então? Escolher muito mais o retiro, o auto-exílio, degustando aquela suculenta solidão que se servia ao recusar duvidosos convites para pseudodiversões supostamente garantidas. Com pantufas, robe e uma caneca com meio litro de chocolate fumegante, ao lado da vitrola de sua avó, cantava alto as músicas de empoeirados LPs, lendo as letras líricas atenciosamente, inspirando-se, divertindo-se descomedidamente discreto.



    Escrito por Matheus Alamedas às 1:21:59 PM
    [ ] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]